terça-feira, 26 de janeiro de 2010

São Paulo

Ontem foi aniversário da cidade de São Paulo. Minha mana, muito prestativa, informou-me que ela completava 556 anos. Isso me deixou intrigada, já que, de acordo com os livros escolares, o Brasil foi encontrado pelos portugas há 510 anos. Como São Paulo tem, sozinha, 46 anos a mais que o resto do país? Minha cabecinha ociosa começou a pensar em possíveis acontecimentos:

Quando os portugueses chegaram ao Brasil, encontraram uma aldeia de índios no meio do nada. Os jesuítas, apavorados com os modos bárbaros anti-cristãos e pecadores dos caras-vermelhas pelados que lá habitavam, decidiram construir uma igreja no local, a Catedral da Sé, que no começo, na verdade, era uma capelinha, para purificar a terra empestiada pelo diabo. Devido ao crescimento desgovernado da população, a igreja passou por reformas e se tornou o que é hoje. Mas e os 46 anos a mais? Os índios explicaram para os europeus que a aldeia tinha sido construída a 2208 luas a trás, o que, segundo os cálculos portugueses, resultou em 46 anos. Tá explicado.
Não conveceu? Bem, temos outra alternativa.
Os incas, desesperados com o clima andinesco, decidiram mudar de ares e contruir uma cidade de veraneio no local que hoje está São Paulo. A cidade foi contruída 46 anos antes da descoberta e se tornou a procuradíssima cidade de El Dorado. Quando os portugueses chegaram aqui, o escrivão, aquele tal de Caminha, muito devoto de São Paulo, invocou o santo ao perceber que da El Dorado só tinha sobrado uma pepitinha de ouro, que ele fez questão de guardar para mandar ao rei de Portugal. A pepita nunca mais foi vista e a cidade se tornou uma lenda.

Bem, de novo, minha irmã muito prestativa, disse que, na verdade, a cidade completava 456 anos. Não sei, não. A história da El Dorado é mais convicente. :D

2 comentários:

Marco A. disse...

0 bobeiras; então não vou à primeira, para falar o que tenho pra dizer. Gostei do espaço; e abaixo deste post vi que o blog está de volta, então vida longa ...

Abraços Marco

Gabriella disse...

Fazendo seminário de ecologia. Procurava imagens de "orquídeas em ávores" no Google e acabei aqui. Enfim, adoreeei seu blog. Já está favoritado.

Até mais..
Gabi